20.9.05

CRIATIVIDADE


IDEIAS BRILHANTES

Não é incomum comparar-se a criatividade com uma planta que brota da terra. Mais frequente ainda é a imagem da lamparina, quase um ícone para ilustrar uma ideia. Ideias e inovações brilham, são fáceis de serem percebidas. Mas como chegar a elas?
Há um lado que as pessoas e as organizações deveriam conhecer melhor que é, por enquanto, o lado misterioso do processo criativo.

O mundo subterrâneo
Uma semente que brota vem de um Mundo Subterrâneo. Na mitologia grega este é o Mundo de Hades, deus do desconhecido e de tudo o que se processa dentro de nós de maneira nebulosa ou incerta.

Podemos dizer que o reino de Hades simboliza o inconsciente, tanto o individual como o colectivo. O Subterrâneo de nossas mentes é a moradia do pensamento, da memória, de nossos anseios e receios. Imagino que é neste mundo que a incubação, a intuição e as sinopses criativas acontecem antes de se tornarem visíveis.

O insight – a compreensão profunda de uma situação - ou o “a-há” de uma ideia mostram-nos quase fisicamente esse pulo de dentro para fora de nossas mentes.

Extracto de um artigo de Gisela Kasoy
http://www.giselakassoy.com.br